terça-feira, 23 de maio de 2017

Toiros sérios e toureiros e forcados de verdade dia 4 de Junho em Évora

O imponente toiro de Veiga Teixeira para o 58º Concurso de Ganadarias em
Évora, na tarde do próximo dia 4 de Junho
António Telles em Évora depois do memorável triunfo em Salvaterra
João Moura Jr., triunfador da última nocturna do Campo Pequeno
Marcos Tenório Bastinhas, outro toureiro de dinastia

Na primeira foto de cima, o fantástico exemplar da ganadaria Veiga Teixeira (vencedora dos prémios de bravura e apresentação no ano passado) para o 58º Concurso de Ganadarias do próximo dia 4 de Junho em Évora - o mais antigo e mais prestigiado do país.
Uma corrida com um cartel monstro formado pelos cavaleiros António Ribeiro Telles (depois do histórico triunfo em Salvaterra), João Moura Jr. (triunfador absoluto da última nocturna do Campo Pequeno) e Marcos Bastinhas (após mais um memorável êxito em Elvas) e pelos grupos de forcados de Montemor e de Évora.
Lidam-se toiros das ganadarias Veiga Teixeira, Branco Núncio, Passanha, Canas Vigouroux, Romão Tenório e Calejo Pires.
Dia 4 de Junho, todos os caminhos vão dar a Évora!

Fotos Florindo Piteira, Maria Mil-Homens e Fernando Clemente


Campo Pequeno: toiros de Veiga Teixeira na alternativa de Parreirita Cigano



Última Hora - Por se terem inutilizado, vítimas de cornadas, dois dos toiros da ganadaria do Engº Luis Rocha apartados para a corrida do próximo dia 29 de Junho no Campo Pequeno, em que toma a alternativa o promissor cavaleiro Parreirita Cigano (na foto ao lado, domingo passado na Chamusca), vai ser lidado nessa noite um curro da séria e triunfadora ganadaria de Veiga Teixeira.
A empresa comunicou a alteração esta tarde aos apoderados de todos os artistas e aos grupos de forcados e amanhã durante o dia emitirá um comunicado sobre a troca dos toiros.
O cartel está formado por Manuel Jorge de Oliveira (que reaparece para assinalar os seus 40 anos de alternativa), Rui Salvador, Ana Batista, João M. Branco, Jacobo Botero e Parreirita Cigano e pelos grupos de forcados do Ribatejo, da Chamusca e do Aposento da Chamusca.

Foto Carlos Silva


Muito pouco: ovação a Juan Leal na 13ª da Isidrada



A 13ª corrida da Feira de Santo Isidro, esta tarde em Madrid, resumiu-se a uma ovação ao matador francês Juan Leal (foto ao lado) no terceiro toiro da tarde. No seu segundo foi silenciado.
Daniel Luque foi silenciado nos dois e Jiménez Fortes aplaudido num e silenciado no outro.
A Monumental registou uma entrada de foi terços e lidaram-se toiros de Valdefresno e Hnos. Fraile Mazas e dois sobreros de Adelaida Rodríguez e Carriquiri. A tarde não teve história.
Ao início da corrida (foto de cima) guardou-se um minuto de silêncio em memória das vítimas do atentado terrorista de ontem em Manchester.

Fotos Javier Arroyo/aplausos.es

8 de Junho: mais uma Grande Noite da Temporada Histórica!



Paulo Pessoa anuncia júri que decidirá os prémios na 5ª feira na Chamusca

Nuno Megre e Carlos Empis integram, com Manuel J. Moedas, o júri que na
próxima 5ª feira atribuirá os troféus à melhor lide a cavalo e à melhor pega na
corrida da Chamusca
Paulo Pessoa de Carvalho com Miguel Alvarenga na praça da Chamusca. Em baixo,
o cartaz da corrida da próxima 5ª feira, tradicional data da Ascensão

Depois do aviso à navegação que aqui deixámos há pouco para que na próxima quinta-feira, 25, na Chamusca, não se esqueçam de anunciar a composição do júri que vai decidir os vencedores dos troféus para a melhor lide a cavalo (prémio Dr. João Duque) e para a melhor pega (prémio Dr. Jorge Duque), o empresário Paulo Pessoa de Carvalho, promotor da corrida, apressou-se a comunicar-nos que o mesmo, para os dois troféus, será composto pelos antigos forcados Nuno Megre e Carlos Empis e pelo aficionaod local Manuel José Moedas.
Amanhã mesmo o empresário divulgará o regulamento que vai gerir os critérios da decisão so júri e da atribuição dos prémios.
Louve-se a prontidão com que o empresário se apressou a clarificar um tema que nos últimos tempos tem andado muito pouco transparente nas corridas em que estão troféus em disputa.
Seriedade e verticalidade acima de tudo. Muitos prometem, Paulo Pessoa de Carvalho cumpre! - assim é que é!

Fotos Emílio de Jesus



Filipe Gonçalves também entronizado Romeiro de S. Martinho na Golegã


À semelhança do que aconteceu com Marcos Bastinhas e aqui noticiámos ontem, também o popular cavaleiro Filipe Gonçalves (foto) foi no passado fim-de-semana entronizado Romeiro de São Martinho na XVI Romaria a S. Martinho na vila da Golegã, por ocasião da ExpoÉgua.
Filipe Gonçalves, que foi um dos grandes triunfadores da última temporada, tem o seu próximo compromisso já na quinta-feira, 25, na Chamusca, na tradicional corrida da Ascensão, onde vai repartir cartel com João M. Branco, o matador Paco Velásquez e os forcados Amadores da Chamusca e do Aposento da Chamusca, na lide de toiros da triunfadora ganadaria de Manuel Veiga.

Foto D.R.


Grande entrevista de Manuel Jorge de Oliveira no Campo Pequeno TV


O Toureio Vertical é um conceito fundamental na perspectiva de Manuel Jorge de Oliveira. Este e outros interessantes temas são abordados numa entrevista concedida pelo famoso toureiro ao canal Campo Pequeno TV, numa temporada em que comemora 40 anos de alternativa, efeméride que vai ser assinalada na Monumental de Lisboa no próximo dia 29 de Junho com o regresso às arenas de Manuel Jorge por uma noite, em que dará a alternativa ao seu promissor pupilo Parreirita Cigano.
O Campo Pequeno TV está disponível no videoclube da NOS e do MEO.
Assista ao trailer do programa em:
https://vimeo.com/218625194


Moita a postos para o grande "mano-a-mano" de sábado

Ventura este sábado na Moita, depois de no fim-de-semana ter conquistado a
13ª porta grande na Monumental de Madrid
Roca Rey toureia à tarde em Cáceres e vem de helicóptero para a Moita, onde
actuará a partir das 22 horas
Praça "Daniel do Nascimento" é no próximo sábado palco do grande "mano-a-
mano"
entre Diego Ventura e Roca Rey


A praça de toiros "Daniel do Nascimento", na Moita, está a postos para receber este sábado, dia 27, a partir das 22 horas, a grande corrida da revista VIP, o "mano-a-mano" entre o rejoneador Diego Ventura e o matador Andrés Roca Rey, que no último fim-de-semana sairam apoteoticamente em ombros, respectivamente, das praças de Madrid e Jerez de la Frontera.
Esta corrida, que conta ainda com a participação do consagrado Grupo de Forcados do Aposento da Moita, sob o comando de José Maria Bettencourt, marca a estreia do empresário Rafael Vilhais ao leme da praça moitense, apostado em recuperar a tradicional data de Maio com este super-cartel.
Roca Rey toureia à tarde em Cáceres e mal a corrida termine é transportado de helicóptero para a Moita, onde aterrá no heliporto dos Bombeiros Voluntários por volta das 21 horas.
Ventura vai lidar três toiros da ganadaria de Maria Guiomar Cortes de Moura e Roca Rey enfrentará outros três da afamada ganadaria espanhola de Juan Pedro Domecq.

Fotos Luis Sánchez-Olmedo/cultoro.com, M. Alvarenga e D.R.


"Aplausos" desta semana consagra triunfos madrilenos de Ventura, Ferrera e Talavante



4 de Junho: Jacobo Botero reaparece na Benedita


Depois de ter cancelado os primeiros contratos que havia assumido para o início da época para "reformular a sua estratégia", o rejoneador colombiano Jacobo Botero reaparece no próximo dia 4 de Junho na tradicional corrida da Benedita (Alcobaça), este ano em 15ª edição, alternando com Paulo Jorge Santos e Miguel Moura na lide de toiros da ganadaria Casa Avó.
Pegam os forcados do Ribatejo, de Tomar e de Coimbra.

Corrida mista esta 5ª feira na Chamusca

Paco Velásquez em corrida mista esta 5ª feira, dia 25, na Chamusca
Os dois toiros de Manuel Veiga que serão lidados a pé por Paco Velásquez


O empresário Paulo Pessoa de Carvalho retoma a tradição e realiza na próxima quinta-feira, dia 25, a partir das 17 horas, uma corrida mista na data tradicional da Ascensão na Chamusca.
Lidam-se seis toiros da triunfadora ganadaria de Manuel Veiga e o cartel está composto pelos cavaleiros Filipe Gonçalves e João Maria Branco e pelo matador de toiros Paco Velásquez, pegando os dois grupos da terra: Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca.
Estão em disputa troféus para a melhor lide a cavalo e para a melhor pega.
Fica o aviso à navegação: por favor, não se esqueçam de anunciar quem compõe os respectivos júris... coisa que ultimamente não tem ocorrido.

Fotos D.R.


Ontem, 2ª feira: 7.750 leram o "Farpas"


Visualizações de páginas de hoje
67
Visualizações de página de ontem
7 750
Visualizações de páginas no último mês
271 922
Histórico total de visualizações de páginas
17 146 074

segunda-feira, 22 de maio de 2017

16 de Junho: o cartel do futuro no Cartaxo


O empresário José Luis Gomes promove no próximo dia 16 de Junho (sexta-feira, pelas 22 horas) a segunda corrida (mista) da temporada na praça do Cartaxo, anunciando o cartel do futuro.
Actuam a cavalo os jovens Miguel Moura e Luis Rouxinol Jr. e a pé o matador Manuel Dias Gomes. As pegas estarão a cargo dos Forcados Amadores do Cartaxo.
Lidam-se três toiros de Canas Vigouroux e três de Fontembro.

João Telles recebeu em sua casa o famoso fotojornalista Steve McCurry

Steve McCurry hoje em Coruche com o cavaleiro João Ribeiro Telles e sua Mulher,
Caetana Infante da Câmara R. Telles. Em baixo, a foto da menina afegã que
celebrizou em 1997 o famoso fotojornalista


Steve McCurry, um dos mais célebres fotógrafos do mundo, está em Portugal a efectuar várias reportagens e, entre elas, uma sobre o mundo dos cavalos e da Festa. Esteve hoje na Herdade da Raposeira, em Coruche, em casa do cavaleiro João Ribeiro Telles.
Norteamericano, Steve McCurry começou a sua carreira de fotojornalista cobrindo a invasão soviérica do Afeganistão, onde utilizou vestimentos típicos para se disfarçar e esconder o seu equipamento. As sua imagens foram publicadas em todo o mundo e Steve McCurry acabou ganhando a Medalha de Ouro Robert Capa para a melhor reportagem fotográfica no exterior.
São também famosas as suas fotos em outros cenários de conflito no mundo, entre os quais o Cambodja, as Filipinas, o Líbano e a guerra Irão-Iraque. Mas a foto que o celebrizou (em cima) foi a da menina afegã, que foi capa da revista "National Geographic" em 1997.

Fotos D.R.

Novilhada em Madrid: destacou-se o venezuelano Jesús Colombo



O venezuelano Jesús Colombo (foto) foi o toureiro mais destacado esta tarde na primeira das novilhadas da Feira de Santo Isidro em Madrid. Foi ovacionado no primeiro novilho e deu aplaudida volta ao ruedo no segundo, depois de fortíssima e maioritária petição de orelha, que não lhe foi concedida.
Pablo Aguado foi ovacionado no seu primeiro novilho e silenciado no segundo; Rafael Serma resultou silenciado nos dois.
Lidaram-se novilhos de El Montecillo, bem apresentados, destacando-se o quarto e o quinto.
Amanhã tem lugar mais uma corrida de toiros com  os matadores Daniel Luque, Fortes e Juan Leal, que enfrentam toiros de Valdefresno e Frailé Mazas (cartaz ao lado).

Foto Javier Arroyo/aplausos.es

Novilho de Couto de Fornilhos de "sobrero" hoje em Madrid



"Emigrante", novilho da ganadaria portuguesa de Couto de Fornilhos, é esta tarde o segundo "sobrero" da primeira novilhada da Feira de Santo Isidro em Madrid, em que actuam os jovens diestros Jesús Colombo, Pablo Aguado e Rafael Serna.
Lidam-se seis novilhos da El Montecillo e o primeiro "sobrero" é da ganadaria de Dolores Rufino.
O novilho português tem o nº 39 e pesa 525 quilos.

Foto Plaza 1

Portugal, Espanha e México criam frente comum em defesa da Tauromaquia


As entidades que defendem e promovem a Tauromaquia em Portugal, em Espanha e no México, criaram um grupo de trabalho para partilhar experiências e planear estratégias comuns que contribuam para alcançar os seus objetivos.
Na sequência de uma reunião entre a Federação Protoiro e a Fundación del Toro de Lidia, em Abril, e após uma reunião da entidade espanhola com a Tauromaquia Mexicana, as três entidades decidiram criar uma frente comum a nível internacional para trabalhar de forma coordenada na defesa e promoção da tauromaquia.
As três organizações irão partilhar informações, trabalho realizado, experiências e formas de ação para, deste modo, enfrentar estrategicamente os movimentos anti-touradas.
Também irão trabalhar de forma coordenada na análise de questões jurídicas e na estratégia legal para lidar com os ataques à tauromaquia nas redes sociais e em manifestações anti-touradas junto a praças de touros.
Promover e defender de forma frontal e estruturada a Tauromaquia contra os ataques cada vez mais frequentes e intensos dos movimentos anti-taurinos é a missão desta frente comum, que reúne empresários, toureiros, ganadeiros e aficionados dos três países.

Quadro de Picasso

4 de Junho: 58º Concurso de Ganadarias em Évora



Próximo sábado: as máximas Figuras na Moita!


"Rigoletto" de Verdi: ópera no sábado no Campo Pequeno



Nuno Casquinha em ombros no Perú


Mais um importante triunfo do matador Nuno Casquinha no Perú, onde ontem foi declarado máximo triunfador da corrida celebrada em Tiruque (Caraveli), dando volta ao ruedo no primeiro toiro e cortando as duas orelhas ao segundo, saindo em ombros.
O colombiano Franco Salcedo cortou uma orelha e o peruano César Maldonado (à esquerda, na foto) cortou duas, saindo também em ombros com o toureiro português.

Foto D.R.


Próximo sábado: todos os caminhos vão dar à Moita!



Ontem, domingo: 7.091 leram o "Farpas"


Visualizações de páginas de hoje
10
Visualizações de página de ontem
7 091
Visualizações de páginas no último mês
270 445
Histórico total de visualizações de páginas
17 138 267

Lides para todos os gostos em animada corrida na Chamusca

Estava em disputa um prémio para o melhor cavalo Lusitano em praça. Apenas
três representaram a raça na corrrida de ontem e o troféu foi ganho pelo cavalo
"Evasivo" de quadra de António Maria Brito Paes
Metade das bancadas preenchidas ontem na Chamusca
Em dia de calor, público deixou vazios os sectores do sol...
A maestria e o toureio de risco e de verdade de Rui Salvador ontem em evidência
na primeira corrida da Feira da Ascensão na Chamusca
Tito Semedo foi ontem o autor da lide mais rematada e a que
mais entusiasmou o público nas bancadas. Um triunfo de
peso de um cavaleiro que merece maior destaque por parte
das grandes empresas
Ana Batista deixou patente a sua muita arte frente ao pior toiro da tarde
Classe de Brito Paes na lide do quarto toiro da ordem
Lide em crescendo de David Gomes, que deixou grande ambiente
Parreirita Cigano empolgou com ferros curtos de muita emoção
As melhores pegas da tarde foram executadas pelos Amadores de Coruche
Os Amadores da Chamusca tiveram ontem uma tarde mais dura e menos triunfal


A praça de toiros da Chamusca foi ontem palco da primeira corrrida da tradicional Feira da Ascensão, uma organização do empresário Paulo Pessoa de Carvalho e que teve momentos de destaque por parte dos seis cavaleiros, um bom curro de toiros de São Torcato, tendo o ganadero Joaquim Alves dado volta à arena no quinto e boas pegas sobretudo dos Amadores de Coruche, que superiorizaram os Amadores da Chamusca. O público preencheu apenas meia casa.
Tito Semedo alcançou no segundo toiro da tarde o maior triunfo da corrida, tendo sido a sua lide aquela que mais fez vibrar o público nas bancadas. Rui Salvador esteve, mercê da sua maestria, por cima do primeiro toiro da corrida, alcançando maior notoriedade nos ferros curtos. Ana Batista enfrentou o toiro mais complicado do lote, com o qual demonstrou a grandeza do seu toureio. António Maria Brito Paes teve também momentos de destaque dentro do seu estilo clássico e emotivo. David Gomes protagonizou uma lide em crescendo, de menos a mais, terminando com dois bons curtos e um excelente par de bandarilhas. Parreirita Cigano galvanizou o público sobretudo nos dois últimos ferros curtos, de muita verdade, risco e emoção.
Dirigiu com acerto Lourenço Luzio, assessorado pelo médico veterinário Dr. Luis da Cruz. Estava em disputa um prémio para o melhor cavalo Lusitano em praça, raça que esteve representada ontem na corrida da Chamusca por apenas três cavalos, sendo o vencedor o "Evasivo", da quadra de Brito Paes, um animal de oito anos com o ferro de José Carlos Gomes.
Na próxima quinta-feira, dia 25 (quinta-feira da Espiga) tem lugar na Chamusca a tradicional corrida da Ascensão com um cartel misto: actuam os cavaleiros Filipe Gonçalves e João Maria Branco, o matador Paco Velásquez e pegam os dois grupos da terra, Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca. Os toiros serão da ganadaria de Manuel Veiga. Disputam-se os troféus Dr. João Duque para a melhor lide a cavalo e Dr. Jorge Duque para a melhor pega.

Fotos Carlos Silva